entenda-a-relacao-da-nr-18-no-aluguel-de-plataforma-aerea-em-sp

Saiba a relação que a NR 18 tem no aluguel de plataforma aérea sobre caminhões

A Norma Regulamentadora 18 (NR-18) estabelece ações de controle e prevenção para aumentar e manter a segurança nos procedimentos, no local e ao meio ambiente, quando se trata da indústria da construção e o aluguel de plataformas aéreas sobre caminhonetes devem atender essas regras.

Seu objetivo é fazer com que os profissionais que operam a plataforma aérea sobre caminhão em SP possam realizar o seu trabalho com precisão e segurança.

Afinal, as plataformas aéreas são equipamentos usados geralmente em construção civil e na indústria, cujo principal objetivo é ajudar o acesso de um trabalhador até o local onde ele deve trabalhar e por isso deve ser operada com total responsabilidade e conhecimento. Embora existam diferentes tipos de plataformas aéreas sobre caminhonetes em SP, a norma se aplica em ambas.

Quais cuidados no manuseio de plataforma aérea sobre caminhão

Para garantir a segurança em qualquer operação que envolva a plataforma aérea sobre caminhonete em SP, a NR 18 traz um anexo que detalha os procedimentos necessários para garantir que nenhum trabalhador seja exposto a riscos quando estiver operando uma plataforma de trabalho aéreo.

As plataformas para trabalho aéreo devem atender às especificações técnicas do fabricante quanto à aplicação, operação, manutenção e inspeções. Tais informações devem estar nos manuais de operação e manutenção da plataforma de trabalho aéreo. Esses manuais devem ser redigidos em língua portuguesa e estar à disposição no canteiro de obras ou frentes de trabalho. Além disso, a NR 18 exige que o equipamento seja dotado de:

Dispositivos de segurança que garantam seu perfeito nivelamento no ponto de trabalho, conforme especificação do fabricante;

Alça de apoio interno;

Guarda-corpo que atenda às especificações do fabricante ou, na falta destas, ao disposto no item 18.13.5 da NR-18. Em hipótese alguma o guarda corpo pode ser substituído por cordas, cabos, correntes ou qualquer outro material flexível;

Painel de comando com botão de parada de emergência;

Dispositivo de emergência que possibilite baixar a plataforma até o solo em caso de pane elétrica, hidráulica ou mecânica;

Sistema sonoro automático de sinalização acionado durante a subida e a descida;

Responsabilidades relacionadas às plataformas aéreas

O anexo IV da NR 18 determina que é responsabilidade do usuário conduzir a equipe de operação e supervisionar o trabalho e que o operador deve fazer uma inspeção diária do local de trabalho onde será utilizado o equipamento. Além disso, a NR 18 exige que antes do uso diário ou no início de cada turno é necessário realizar inspeção visual e teste funcional da plataforma aérea sobre caminhonete em SP.

Cuidados no uso e operação de plataformas aéreas

– Manter uma visão clara do caminho a ser percorrido;

– Observar uma distância segura de obstáculos, depressões, rampas e outros fatores de risco;

– Manter uma distância mínima de obstáculos aéreos, conforme especificado em projeto ou ordem de serviço;

– Limitar a velocidade de deslocamento da plataforma, observando as condições da superfície, o trânsito, a visibilidade, a existência de declives, a localização da equipe e outros fatores de risco de acidente;

– Certificar-se de que estabilizadores ou outros meios de manter a estabilidade estejam sendo utilizados conforme as recomendações do fabricante;

– Verificar se a carga e sua distribuição na estação de trabalho ou sobre qualquer extensão da plataforma estão em conformidade com a capacidade determinada pelo fabricante;

– Usar dispositivos de proteção contra quedas, como cinto de segurança tipo paraquedista ligado ao guarda-corpo do equipamento ou a outro dispositivo específico previsto pelo fabricante;

– Checar se as condições climáticas exigem a paralisação das atividades.

Recomendações da NR 18 sobre o uso de plataforma aérea sobre caminhão

  • Nunca ultrapasse a capacidade de carga indicada pelo fabricante;
  • Nunca desloque a plataforma em rampas com inclinações superiores à indicada pelo fabricante;
  • Quando houver outros equipamentos móveis ou veículos no local, devem ser tomadas precauções especiais especificadas em projeto ou ordem de serviço;
  • O equipamento não deve ser posicionado junto a qualquer outro objeto que tenha por finalidade lhe dar equilíbrio. Deve estar afastado das redes elétricas de acordo com o manual do fabricante ou estar isolado conforme as normas específicas da concessionária de energia local, obedecendo ao disposto na NR-10 – Segurança em instalações e serviços de eletricidade;
  • A área de operação deve ser delimitada e sinalizada para impedir a circulação de trabalhadores;
  • Quando não estiver sendo usada, a plataforma deve permanecer recolhida em sua base, desligada e protegida contra acionamento não autorizado;
  • A NR 18 recomenda que haja um programa de manutenção preventiva de acordo com as recomendações do fabricante e com o ambiente de uso do equipamento;
  • O operador deve ser capacitado de acordo com o item 18.22.1 da NR-18 e ser treinado
  • Nunca utilizar pranchas, escadas ou outros dispositivos para atingir maior altura ou distância sobre o equipamento ou usar a plataforma como guindaste.